Consórcio para gestão dos resíduos sólidos é destaque em reunião entre Alvarenga e municípios vizinhos

Tempo de leitura: 2 minutos

Aconteceu hoje (07) na cidade de Tarumirim, a 1ª Reunião Intermunicipal de Gerenciamento de Resíduos Sólidos. Estiveram presentes os prefeitos Marcílio de Paula Bomfim (Tarumirim), Jaeder Pereira (Itanhomi), João do Jesus (São Sebastião do Anta) e Vicente Germano (Fernandes Tourinho). Representando a Associação dos Municípios da Microrregião do Médio Rio Doce – ARDOCE se fez presente a diretora executiva Alvanir Cassia Letizio Vieira.

Estiveram presentes também os secretários municipais de meio ambiente dos respectivos municípios e a bióloga da Prefeitura de Tarumirim Tais Teixeira. O secretário de Meio Ambiente de Alvarenga Saulo Soares, esteve presente representando o prefeito municipal de Alvarenga Diocélio Fernando.

A reunião foi realizada no prédio do poder executivo de Tarumirim com objetivo de buscar uma solução para gestão ambientalmente correta dos resíduos sólidos gerados nos municípios vizinhos. O consórcio tem por meta promover a gestão ambientalmente adequada dos resíduos sólidos na região, viabilizando a coleta seletiva, reciclagem, compostagem e destinação final correta dos rejeitos.

A Política Nacional dos Resíduos Sólidos estabelece as diretrizes para gestão correta dos resíduos gerados nos municípios, e como são obras de alto valor financeiro sugere a adoção de consórcios entre os pequenos municípios para adequação dos mesmos a legislação ambiental. A opção por consórcios também é uma forma que facilita a captação de recursos para a gestão de resíduos por meio dos órgãos federais.

Na reunião ficou definido que os municípios irão se unir e se associarem ao consórcio CIMDOCE, para que tenham acesso com maior facilidade e a preço menor para tratar da questão da coleta e transposição do lixo urbano. Ficou definido ainda que o consórcio será firmado entre os seis municípios a seguir: Alvarenga, Tarumirim, Dom Cavati, Fernandes Tourinho, Itanhomi e São Sebastião do Anta.

O próximo passo será uma reunião entre os engenheiros e secretários de Meio Ambiente dos municípios consorciados para levantamento da infraestrutura necessária ao atendimento dos seis municípios e os valores necessários para cada município no gerenciamento do serviço.

Para o prefeito Diocélio, uma das prioridades da administração de Alvarenga é a gestão correta dos resíduos; e o consórcio será uma oportunidade para que o município se adeque a legislação, reduzindo os impactos ambientais negativos, gerando melhor qualidade de vida para a população.