Prefeitura inicia serviço de poda e destaca procedimento de poda e corte de árvores no município

Tempo de leitura: 2 minutos

A Prefeitura Municipal de Alvarenga, através da Secretaria de Meio Ambiente e Turismo e da Secretaria de Obras, iniciou nos últimos dias a poda das árvores localizadas no perímetro urbano do município de Alvarenga.

O serviço de poda urbana é de grande importância para prevenir os problemas de conflitos com a rede elétrica, possíveis quedas de galhos nas residências, o que gera riscos para a população e ao próprio desenvolvimento da espécie arbórea.

Logo, o cuidado com as árvores presentes na cidade é muito importante e necessário para que a sociedade conviva em harmonia com o Meio Ambiente.

“Não é necessário apenas manter a cidade arborizada, mas também cuidar das espécies existentes para que as mesmas desenvolvam de forma correta e não gere riscos à população” destaca Saulo Soares, secretário de meio ambiente.

Caso exista alguma situação peculiar, como árvore situada na via pública que necessite de atenção especial ou que o cidadão tenha alguma recomendação específica deve ser feito contato prévio com uma das secretarias responsáveis para que o serviço seja realizado da melhor forma possível.

Segundo a Lei Municipal n° 737/2011 no capitulo IV, art. 105, é expressamente proibido podar, cortar, derrubar, remover, ou sacrificar as árvores da arborização pública, sendo estes serviços de atribuição específica da Prefeitura, ouvidos a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e o CODEMA. Após realizada a solicitação, técnicos do órgão responsável realizam a vistoria do vegetal e averiguam se é necessária a ação solicitada.

Saiba quais são os critérios para que se corte ou pode alguma árvore:

É necessário para autorizar o corte de uma árvore que os seguintes critérios sejam atendidos: vegetal morto; com risco evidente de queda; causando danos graves ao patrimônio; em caso de construção civil, com projetos aprovados; obras de interesse social ou quando o estado do vegetal estiver precário, sem condições de recuperação.

É necessário para autorizar a poda de uma árvore que os seguintes critérios sejam atendidos: ramos prejudicando o tráfego de pedestres e veículos; ramos projetados sobre a residência/afastamento predial; ramos secos/rachados/apodrecidos/lascados; ramos causando danos ao patrimônio público ou privado; ramos oferecendo risco à rede de iluminação pública, rede elétrica, rede telefônica; ramos encobrindo placas de sinalização ou semáforos.

Em caso de eventos ou acontecimentos naturais em que é impossível evitar consequências, como por exemplo, enchentes, tempestades e ventos fortes. Nessas situações a própria Secretaria do Meio Ambiente irá providenciar as autorizações e fará os encaminhamentos necessários.