Saúde

Casa de Apoio em Alvarenga recebe coordenadora da Vigilância Sanitária Estadual

Na última quinta feira, 24 de agosto, conforme combinado no mês de junho de 2017, a Secretaria Municipal de Saúde de Alvarenga recebeu a Vigilância Sanitária Estadual, com a coordenadora Sra. Cibely, para efetuar a inspeção da Casa de Apoio de Alvarenga. Nosso objetivo é dar seguimento ao projeto de estruturação e revitalização do local onde abrigamos os idosos que necessitam de apoio. Segundo o Secretário Municipal de Saúde, Geraldo Felício, a sociedade e os órgãos públicos e privados precisão repensar os modelos de moradia para idosos. Tanto a Política Nacional do Idoso quanto o Estatuto do Idoso definem como obrigação da família, da comunidade, da sociedade e do poder público assegurar ao idoso a convivência familiar e comunitária.

Sem dúvida é inquestionável a importância do idoso viver no âmbito familiar e na comunidade. Mas, nem todos os idosos e nem todas as famílias reúnem as condições para manter o idoso em casa. Quando não há essa possibilidade, entra em cena as Instituições de Longa Permanência para Idosos – ILPI, tradicionalmente conhecidas como asilos, casa de repouso, clínica de repouso, lar dos velhinhos e outras tantas nomenclaturas.

Neste segundo momento será elaborado um relatório, com as necessidades estruturais, pessoais e documentais. Após isso a vigilância municipal irá solicitar a administração municipal elaboração do projeto de engenharia, já autorizado pelo prefeito municipal Diocélio F. Ribeiro, e definição de prazo para execução do projeto e finalmente termo um novo Asilo ou como dizem as autoridades um ILPI, Instituto de Longa Permanecia de Idosos.

“Ressalto que não iremos fechar o asilo, pelo contrário, iremos garantir seu funcionamento!” disse Geraldo.

Sobre o autor

Assessoria de imprensa